Uma tecnologia à base de cimento para cada desafio urbano

Saneamento

Cidades limpas são uma necessidade. A cada real gasto com saneamento, quatro são economizados em saúde. Num momento em que o país se desenvolve, ter cidades mais limpas é o primeiro passo para criar espaços melhores, capazes de estimular o desenvolvimento do município, a qualidade de vida e o bem estar dos cidadãos. Nesta seção, reunimos todo o conteúdo necessário para que o seu município possa pensar e planejar novas estratégias para a área.

27 08, 2020

Album de Projetos – Tipo de Dispositivos de Drenagem (5ª Edição)

2020-08-27T15:34:57-03:00

A 5ª Edição do Áblum de Projetos - Tipo de Dispositivos de Drenagem, publicada em 2018 pelo DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito, traz uma versão atualizada e revista da publicação de caráter orientador e de referência para uniformização e padronização dos dispositivos de drenagem. Ela inclui novos capítulos e revisão e desenhos

Album de Projetos – Tipo de Dispositivos de Drenagem (5ª Edição)2020-08-27T15:34:57-03:00
27 08, 2020

PR1 – Manutenção de Pavimentos Intertravados Permeáveis

2020-08-27T14:50:24-03:00

Ao longo do tempo, a poluição, o crescimento de vegetação e a sujeira podem contribuir para que o pavimento intertravado permeável tenha a capacidade de infiltração de água reduzida. Quais são as ações e práticas para manter o pavimento com sua maior capacidade de infiltração pelo maior tempo? Descubra acessando a Prática Recomendada Nº1 -

PR1 – Manutenção de Pavimentos Intertravados Permeáveis2020-08-27T14:50:24-03:00
27 08, 2020

PR2 – Conceitos e Requisitos para Pavimentos Intertravado Permeável

2020-09-08T15:59:11-03:00

Nos pavimentos permeáveis , o revestimento deve permitir a passagem rápida da água evitando assim que ela escoe superficialmente ou forme poças, garantindo que 100% da água superficial seja infiltrada através do pavimento. A estrutura de um pavimento permeável deve ser dimensionada considerando-se a chuva da região, um determinado período de retorno, e de acordo

PR2 – Conceitos e Requisitos para Pavimentos Intertravado Permeável2020-09-08T15:59:11-03:00
27 08, 2020

PR3 – Conceitos e Requisitos para Pavimentos de Concreto Permeável

2020-08-27T14:50:20-03:00

Nos pavimentos convencionais, durante uma chuva rapidamente há formação de escoamento superficial de água. Este volume de água vai demandar o sistema de drenagem urbana do município, que pode saturar e assim ocasionar enchentes. Os pavimentos permeáveis evitam este tipo de escoamento superficial, garantindo que praticamente 100% da água seja infiltrada através de sua estrutura.

PR3 – Conceitos e Requisitos para Pavimentos de Concreto Permeável2020-08-27T14:50:20-03:00
31 07, 2019

Revitalização de ruas em Portland – EUA

2020-07-10T12:29:05-03:00

Conheça o Programa Ruas Verdes – um dos adotados pela cidade para lidar com a questão das águas pluviais e minimizar inundações em épocas de chuva com uma solução elegante e funcional.

Revitalização de ruas em Portland – EUA2020-07-10T12:29:05-03:00
25 05, 2017

13 passos para executar um pavimento permeável e armazenar água da chuva

2020-09-08T15:52:25-03:00

Mas o que é um pavimento permeável? Pavimento permeável é aquele capaz de suportar cargas e ao mesmo tempo permitir a percolação ou acúmulo temporário de água de chuva, diminuindo o coeficiente de escoamento superficial. É importante lembrar que não basta que o revestimento seja permeável, toda a estrutura deve ser.  Apresentamos na publicação, disponível

13 passos para executar um pavimento permeável e armazenar água da chuva2020-09-08T15:52:25-03:00
27 08, 2013

Pavimento Permeável

2020-08-24T10:03:39-03:00

Em áreas urbanas densamente ocupadas, as superfícies destinadas ao sistema viário e às áreas de estacionamento ocupam espaços consideráveis, chegando a 30% da área da bacia de drenagem. Neste sentido, a utilização de pavimentos permeáveis é um fator a mais para combater os problemas de inundação urbana, pois contribui para a diminuição do escoamento superficial.

Pavimento Permeável2020-08-24T10:03:39-03:00
27 08, 2013

Parques Lineares

2020-08-24T10:11:07-03:00

No que se refere ao manejo de águas pluviais, o parque linear tem como um de seus princípios fundamentais aumentar a área de várzea dos rios, permitindo assim, o aumento das zonas de inundação e a vazão mais lenta da água durante as cheias dos rios. Eles se constituem de áreas lineares destinadas tanto à

Parques Lineares2020-08-24T10:11:07-03:00
27 08, 2013

Reservatórios de Detenção

2020-08-24T10:07:09-03:00

Os reservatórios de detenção, popularmente conhecidos como “piscinões”, são estruturas de acumulação temporária das águas de chuva, que contribuem para a redução das inundações urbanas, especialmente em áreas altamente impermeabilizadas e densamente povoadas. Nestes locais, o reforço ou ampliação dos canais e galerias de drenagem existentes pode tornar-se muito oneroso ou inviável. Na publicação "Projetos

Reservatórios de Detenção2020-08-24T10:07:09-03:00
21 08, 2013

Microrreservatórios

2020-09-08T16:05:42-03:00

Os microrreservatórios têm como função principal atenuar os picos dos volumes de água gerados pela chuva, funcionando como um dispositivo de detenção e possibilitando a recuperação da capacidade de retenção perdida pelas bacias hidrográficas devido à impermeabilização do solo. Outra função destes dispositivos é o controle de alagamentos pontuais. Neste caderno, disponível para download abaixo,

Microrreservatórios2020-09-08T16:05:42-03:00
21 08, 2013

Supertubos

2020-08-24T10:08:24-03:00

Nesta publicação, disponível para download logo abaixo, é possível compreender o funcionamento e aplicação dos supertubos, estruturas compostas basicamente por tubos de concreto de grandes dimensões, instalados no subsolo. Os supertubos têm como principal função atenuar os picos das inundações urbanas, possibilitando a recuperação da capacidade de retenção perdida pelas bacias hidrográficas devido à impermeabilização

Supertubos2020-08-24T10:08:24-03:00
15 08, 2013

Lei 11.445/2007 – Plano de Saneamento Básico

2013-08-15T15:19:26-03:00

A Lei 11.445/07 estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e para a política federal de saneamento básico. Essas diretrizes permitem, por exemplo, que os titulares dos serviços públicos de saneamento básico deleguem a organização, a regulação, a fiscalização e a prestação desses serviços, nos termos do art. 241 da Constituição Federal e da

Lei 11.445/2007 – Plano de Saneamento Básico2013-08-15T15:19:26-03:00
31 07, 2013

Plano de Drenagem em Porto Alegre – RS

2020-09-09T17:57:11-03:00

Conheça, no material, todas as partes importantes do processo de desenvolvimento do Plano - como a participação social, as fontes de financiamento e entidades envolvidas, etc - e saiba mais sobre reservatórios de detenção, suas características e exemplos de implantação, e como podem auxiliar sua cidade..

Plano de Drenagem em Porto Alegre – RS2020-09-09T17:57:11-03:00
18 04, 2013

Jardins de Chuva

2020-07-10T13:09:17-03:00

Todos os anos, na época das chuvas, os municípios têm de lidar com pontos de alagamento, retenção de água e outros problemas provocados pelos grandes volumes de precipitação que ocorrem em diversas regiões do país. A publicação disponível aqui, elaborada pela ABCP e pelo programa Soluções para Cidades, traz uma uma solução elegante e ao

Jardins de Chuva2020-07-10T13:09:17-03:00
20 02, 2013

Manual de Drenagem de Rodovias – DNIT

2020-08-24T10:08:43-03:00

Produzido pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o DNIT, o "Manual de Drenagem de Rodovias",  tem por finalidade orientar e permitir a adequada utilização dos dispositivos de drenagem nos estudos e projetos de construção e restauração de rodovias. Na publicação são apresentados os critérios usualmente adotados pelos projetistas de drenagem rodoviária, buscando-se a simplificação

Manual de Drenagem de Rodovias – DNIT2020-08-24T10:08:43-03:00
27 11, 2012

Lei 8.987/1995: Lei de Concessões

2014-09-23T17:26:29-03:00

Datada de 1995, a Lei de Concessões (Lei nº8.987) é a lei que dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos. Seu conhecimento é fundamental para os diversos setores administrativos de municípios e estados, pois é ela que regula os processos  de prestação de serviços para as administrações. Download Lei de

Lei 8.987/1995: Lei de Concessões2014-09-23T17:26:29-03:00
27 11, 2012

Manual: Siconv passo a passo

2015-01-16T22:33:09-02:00

O Siconv - Portal de Convênios é um sistema em plataforma web por onde se dão os processos de celebração, liberação de recursos, acompanhamento da execução e a prestação de contas dos convênios cadastrados e contemplados com o repasse de recursos federais. É através dele que o Governo Federal se relaciona com os municípios quando

Manual: Siconv passo a passo2015-01-16T22:33:09-02:00
27 11, 2012

Plano diretor participativo

2013-04-30T14:27:53-03:00

Como organizar o espaço urbano? Garantir moradia para todos, inclusive para os cidadãos de baixa renda, é um dos maiores desafios enfrentados pelas cidades. Essencial para o desenvolvimento sustentável e para o bem estar dos habitantes, resolver o problema, porém, não é apenas uma questão de inclusão social - a fim de proporcionar a todos uma

Plano diretor participativo2013-04-30T14:27:53-03:00
27 11, 2012

Lei 8666/1993 – Normas para licitações e contratos da administração pública

2014-09-03T14:21:30-03:00

Para que entes da Administração Pública, direta ou indireta, possam formalmente contratar serviços ou adquirir produtos com verba pública é necessária a utilização de um procedimento administrativo conhecido como licitação. No Brasil, este processo é regulado pela Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, na qual ficam estabelecidas as normas gerais sobre licitações e

Lei 8666/1993 – Normas para licitações e contratos da administração pública2014-09-03T14:21:30-03:00
27 11, 2012

Lei 10257/2001 – Estatuto da Cidade

2013-02-28T18:04:27-03:00

Existem várias normas de ordem pública que regem o bom funcionamento de uma cidade, grande ou pequena. Chamada de Estatuto da Cidade, a Lei 10.257, de 10 de julho de 2001, reúne todas elas, que visam regular o uso da propriedade urbana a fim de garantir não somente a segurança e o bem estar dos

Lei 10257/2001 – Estatuto da Cidade2013-02-28T18:04:27-03:00
28 08, 2012

Normas para Tubos e Aduelas de Concreto

2013-02-28T18:02:22-03:00

A norma técnica é a única ferramenta legal que oferece ao consumidor, prestador de serviço e fornecedor diretrizes e restrições para a elaboração e execução de uma atividade ou aquisição de um produto técnico. No caso de tubos e aduelas de concreto, nos referenciamos nas normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), podendo

Normas para Tubos e Aduelas de Concreto2013-02-28T18:02:22-03:00
27 08, 2012

Pavimento Permeável Intertravado – Lições Práticas

2012-11-27T20:35:27-02:00

Pavimentos permeáveis são aqueles que possuem espaços livres na sua estrutura onde a água e o ar podem atravessar, permitindo uma maior drenagem do solo e ajudando no combate às enchentes nos grandes centros urbanos. Para ajudar no desenvolvimento de projetos com este tipo de pavimento, a ABCP desenvolveu a cartilha "Melhores Práticas - Pavimento Impermeável

Pavimento Permeável Intertravado – Lições Práticas2012-11-27T20:35:27-02:00
27 08, 2012

Lei 11.445/07 – Plano de Saneamento Básico

2014-10-17T13:46:28-03:00

A Lei 11.445/07 estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e para a política federal de saneamento básico. Essas diretrizes permitem, por exemplo, que os titulares dos serviços públicos de saneamento básico deleguem a organização, a regulação, a fiscalização e a prestação desses serviços, nos termos do art. 241 da Constituição Federal e da

Lei 11.445/07 – Plano de Saneamento Básico2014-10-17T13:46:28-03:00
27 08, 2012

Lei de Resíduos Sólidos – PNRS

2013-02-22T18:34:37-03:00

A lei institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que regulamenta a destinação final dos lixos produzidos. Entre as diretrizes da PNRS está a proibição do lançamento de resíduos sólidos em praias, rios e lagos, e queimadas de lixo a céu aberto. A política incentiva também a reciclagem e compostagem – transformação do lixo

Lei de Resíduos Sólidos – PNRS2013-02-22T18:34:37-03:00
9 08, 2012

Apoio à execução

2012-08-24T18:47:11-03:00

Ao ver uma cidade, não imaginamos o que se passa sob suas ruas, nas galerias que cortam o município, levando águas de chuva, esgotos e resíduos industriais ao seu destino correto. Nesta seção, você saberá os principais passos a seguir para executar tais obras. Passo a passo, veja as etapas para a construção, de tubos

Apoio à execução2012-08-24T18:47:11-03:00
Ir ao Topo